domingo, 30 de junho de 2013

Tipos de máquina de costura

Olá querido leitor!
Nesse post vou falar um pouco das curiosidades e dicas sobre as queridas máquinas de costura, a amiga inseparável de uma costureira rs

Quando a gente é iniciante na costura, temos dúvidas terríveis tanto sobre as máquinas como em praticamente tudo, principalmente no como fazer, não é mesmo? E nesse post, que inclusive foi atualizado, vou deixar explicadinho de uma forma que fique mais fácil para você entender e aprender as diferenças e fatos curiosos sobre elas.

Máquinas antigas
Acredite ou não, mas as máquinas antigas, aquelas que sua vó ou tia tem ou teve, são as MELHORES. E isso, por conta do material que elas foram feitas, por serem de puro ferro, o que faz muitas delas funcionarem até hoje, e ter mais de ''enta'' anos. Infelizmente não se fabricam mais desses tipos de máquinas, e encontrar uma por ai, é uma raridade. Se você tem uma, não se desfaça dela, você vai logo saber porque. ;)

As máquinas antigas, possuem um gabinete, geralmente em madeira, bem rústico e super lindo (eu pelo menos acho). Outra coisa bacana é o pedal, que serve para poder fazer a máquina costurar, sendo movido totalmente pelas forças das pernas, e é por isso que as mulheres daquela época tinham um pernão rs. E esse pedal também é  totalmente feito de ferro, e que inclusive, tem virado artigo de decoração por ai.

Imagem: Comoeonde.com

Imagem: Pinterest

Máquinas mecânicas
As máquinas de costura mecânicas e domésticas, possuem algumas funções a mais do que aquela máquina antiguinha que a gente viu ali em cima. Geralmente, elas possuem o ponto reto e zigue-zague (pontos essenciais) podendo até fazer casinhas de botão. São feitas tanto de ferro como em plástico. Minha primeira máquina foi uma ''Singer prat-a-porter'', e tinha somente essas funções, e era uma máquina ótima, onde pude fazer muitos consertos e também roupas.


Máquinas eletrônicas
As máquinas eletrônicas domésticas, são as máquinas dos dias atuais. Possuem uma infinidade de funções, de pontos e muita coisa que facilita muito na hora da costura. Geralmente possuem pontos essenciais (reto e zigue-zague), pontos flexíveis (tipo overlock, rebater elástico) e os pontos decorativos (com diversos formatos para decorar). Essas máquinas são feitas de um tipo de plástico (não sei o nome), sem muito ter a presença do ferro, e por conta disso, o cuidado com ela deve ser duplicado.



Máquinas industriais
As máquinas industriais são bem diferentes das que citei acima, pois, elas são feitas para o uso continuo, por várias horas do dia, o que faz dela ser mais ágil, forte e rápida para trabalhar. Existe uma variedade muito grande delas e uma para cada tipo de confecção, o que faz delas serem máquinas específicas para uma determinada costura ou função. Vou deixar um post para vocês acessarem e conhecerem mais afundo sobre elas, e também vou deixar fotos nesse post das mais conhecidas ;)


Reta Industrial 



Overlock

Galoneira 


E Como saber qual máquina é a melhor pra mim? 
Bom, agora que você já sabe um pouco sobre alguns tipos de máquinas, fica um pouco mais fácil na hora de escolher uma pra você. Como? se você é iniciante, aconselho de coração que espere aprender mais sobre as máquinas no curso, costurar com elas, e sentir na ''pele'' cada uma, por que dessa forma você vai evitar arrependimentos futuros. E já você, que tem uma certa noção, ou está voltando a costurar depois de tempos, melhor ainda, quer viver de costura, veja primeiramente quais são suas necessidades com a máquina, o que vai costurar, se vai ser com pouca ou muita frequência. Tudo isso influência diretamente na escolha da sua máquina, e para isso, eu tenho um post só sobre esse assunto em que eu ajudo você na hora de escolher, é só clicar no link abaixo.


Então é isso meus queridos, espero muito que tenham gostado e de alguma forma ajudado vocês :)

Com carinho,
Patria.

sexta-feira, 28 de junho de 2013

Pregando Botão à mão

Olá amigos leitores, tudo certo aí?

E como prometido, aqui está o vídeo de como pregar botão a mão. Bem simples e fácil de prega-lo. Eu sei que pode ser algo não muito interessante comparado a muitas coisas que a costura nos proporciona, mas como disse, tudo começa do mais simples, e isso foi algo novo para mim e útil. Então, peço que continuem acompanhando o blog, pois, logo estarei postando o vídeo de como pregar zíper a mão também, e assim as muitas novidades irei postando aqui para vocês!!!



Desejo uma ótima tarde a todos, e um ótimo fim de semana!!!

Patria.

terça-feira, 25 de junho de 2013

Conhecendo a máquina Overlock


Olá querido leitor!
Nesse post você vai conhecer um pouco sobre essa máquina chamada overlock, que vem ganhando cada vez mais espaço nas nossas casas e também em pequenas confecções.

Abaixo você vai ver a função, o tipo de ponto e várias curiosidades sobre a overlock industrial. ;)






Função
A overlock é um tipo de máquina voltada para tecidos com elasticidade, os mais conhecidos como ''malha''. Por seu ponto ser flexível e entrelaçado, evita que a costura estoure quando o tecido é esticado. Além dessa função, ela faz o chuleado, que é o acabamento na lateral do tecido que evita dele ser desfiado.

Ponto
O ponto da overlock pode ser classificado em vários números: 502, 503, 504 e 505. O que diferencia um e outro é a forma do ponto, uns são mais juntinhos, outros mais abertos.




Classe
Assim como os pontos possuem uma classe, a máquina também possui a sua, a overlock é da classe 500, o que faz dela ser identificada por isso por conta da sua função.

Agulha
O tipo de agulha para usar na overlock é a DC-27. Cada tipo de máquina possui uma referência nas agulhas, e isso deve ser levado em consideração, pois, um único tipo de agulha NUNCA vai servir em todo tipo de máquina, cada uma tem a sua.

Curiosidades
*A overlock possui uma ''faca'' próximo a agulha, que quando se inicia a costura, é feito o corte do tecido. Portanto, aos iniciantes, deve ter bastante calma, e praticar muito a costura na overlock, justamente por ela cortar ao mesmo tempo que costura.
*A overlock possui uma ''prima'' (rs), o nome dela é Interlock. A interlock trabalha com tecidos médios e pesados, e possui duas agulhas. Se ficou curioso com essa máquina, é só acessar o LINK e aprender mais sobre ela. ;)
*A overlock possui dois pedais, um para costurar ao pisar e outro para levantar o pé calcador (veja o desenho gráfico). Esses dois pedais agilizam muito na hora da costura, deixando muito mais prático e rápido!

Overlock doméstica
A overlock doméstica, é uma ótima opção para quem quer pagar menos e costurar de vez em quando. Tenho um post em que indico vários tipos de máquinas, e falo melhor sobre a diferença da overlock doméstica, semi, e a industrial. Acesse o post no LINK!



Overlock semi industrial
Assim como a overlock industrial e doméstica, também existe a semi industrial, que já serve pra aguentar mais o tranco (rs). Se você já trabalha numa pequena produção e não quer gastar muito, a ''chinezinha'' (mais conhecida) é uma boa opção.


Abaixo, você vai ver imagens com os nomes de várias partes da overlock, tanto em forma de desenho gráfico, como também em foto.


Assim como dois pedais, a overlock industrial, possui uma mesa com suporte para as linhas, calha para resíduos (quando o tecido é cortado), e um motor. Veja:


Overlock com sua tampa aberta



Overlok com sua tampa fechada


E ai gostou de aprender mais sobre essa máquina?
Espero que tenha gostado e espero também ter ajudado com o post!

Com carinho,
Patria.



sexta-feira, 21 de junho de 2013

Tinta de tecido: testando as cores

Antes mesmo de começar de verdade a pintar no tecido com o risco do desenho e tudo, resolvi dar uma testada nas tintas e fazer um desenho qualquer. Aprendi a pintar em pano de prato quando tinha 11 anos, e depois disso nunca mais pintei... e então resolvi ver se ainda lembrava das técnicas, e olha, acho que não me esqueci delas não viu, e ainda lembro direitinho de dicas e meios importantes para que nossa pintura saía perfeita. 

E ninguém precisa ter o dom, basta ter paciência, calma e muita insistência, que assim como na costura, precisamos de tudo isso para que tudo saia bem.

E aqui vai uma dica de pincel:

O pincel nº 8, será o pincel que será o mais usado em nossas pinturas. Portanto, antes de começar a pintar, é importante fazer esse arredondamento nele, para que fique melhor para pintar e esfumaçar as cores das tintas no nosso tecido. E quando você for cortar, tome bastante cuidado, para que ele não fique pequeno demais, ok?


E aqui vai o que saiu do meu teste das tintas:

É legal lembrar também, que para que nossa pintura fique com um bonito contraste de cores, temos que pensar na cor dominante, ou seja, na cor de fundo, para que possamos usar as cores certas para poder fazer o nosso contraste. (irei fazer um vídeo explicando tudo para vocês)


Por hoje é só meus queridos, amanhã acredito que não terei tempo de postar nada, pois ficarei praticamente o dia todo no curso, e a noite irei dar uma volta com os amigos... Mas logo eu apareço aqui, não irei demorar como antes rsrs

Desejo um ótimo final de semana a todos, e aproveitem!!!

Beijos, Patria. 

Minha primeira modelagem: Regata de decote V com pences

Olá amigos, como estão?
Poxa, até agora ninguém entrou em contato comigo ou comentou :/ aaaah quero vocês aparecerem aqui em!!! rsrs

Bom, como os vídeos ainda estão em andamento e eu ainda estou esperando o tripé da minha câmera chegar, deixo aqui minha primeira modelagem completa de uma regata com pences e de decote V. Confesso que não foi nada fácil para mim aprender. São inúmeros detalhes, ajustes, e claro treinamento e paciência... Acredito que fiz umas 7 vezes esse mesmo molde, para poder entrar de vez na cabeça e não sair mais rsrs.

O papel usado para fazer o molde, chama-se papel manilha, e quando você quiser guardar o molde, use o papel craft, que ele é mais duro e resistente.

O tecido usado para a regata é o 100% algodão sem ter malha e elastano, é bem concentrado mesmo, onde, nós usamos a costura reta e ziguezague para fechar a regata (se fosse um tecido com malha ou elastano, teríamos que passar na overloque). E esse tecido geralmente fazemos camisas e camisetes com ele,  e como ele não estica, eu andei experimentando e está um pouco amassado por ter essa facilidade.

As pences, servem para que a roupa tenha um bom caimento no corpo, e quando elas são grandes, a visão que temos é de emagrecer a pessoa, e quando pequena, de engorda-la.

A REGATA AINDA NÃO ESTA PRONTA, falta o viés (acabamento nas laterais, na cava e no decote), a barra e mais alguns ajustes...


É isso, e eu estou adorando, depois de insistir muito e tentar de tudo para aprender a fazer a modelagem... por que a final, nada saí perfeito na primeira vez não é mesmo?

É isso queridos leitores, espero que vocês estejam acompanhando o blog!!!

Mais tarde, postarei meu teste com as tintas, com uma leve pintura... rs

Desejo uma ótima tarde a todos!!!

Patria.

sexta-feira, 14 de junho de 2013

Materiais para pintura em tecido

Olá queridos amigos, animados para o fim de semana ? rs

Como os próximos vídeos sobre a costura ainda estão em andamento, deixo aqui para vocês a lista de materiais para podermos em breve pintar em tecido:


1 - Tintas próprias para pintar tecido (abaixo você encontrará o nome de cada uma delas)
2 - Guardanapo e uma tábua de madeira lisa, e que seja bem plana, pois será o nosso apoio para pintar.
3 - Papel carbono (nós iremos precisar para riscar o nosso desenho)
4 - Pinceis nº 8 e nº2 (tenha um também com as cerdas um pouco mais largas, para quando o desenho for grande e você quiser preencher mais rápido).
5 - Cola permanente (nós iremos passar em nossa tábua para fixar nosso guardanapo para podermos pintar).
6 - Folha de seda (não puis foto, pois, havia esquecido, mas é um folha de papel de seda para também riscarmos).

Cores essenciais para pintar:

 Azul Turquesa

 Azul Ceruleo 

 Azul bebe

 Branco

 Marfim

 Amarelo Limão

 Laranja

 Vermelho Escarlate

 Vinho

 Rosa Escuro

 Violeta Cobalto

 Violeta

 Verde Bandeira

 verde musgo

  Verde folha

 Sépia

 Preto


Aqui estão as cores essenciais e seus nomes, mas, possui outras cores que quando formos usar, ou misturar, eu posto aqui para vocês!!!

Queridos, aguardem os próximos vídeos, por que mesmo demorando para sair e postar, não deixarei de esquecer nenhum detalhe para vocês!!!

Aguardem, e ótima tarde de sexta-feira!

Beijos, Patria.

quarta-feira, 12 de junho de 2013

Barra feita à mão: ponto escondido

Olá amigos, como vocês estão?
Eu sumi por alguns dias, mas como prometido, aqui está o vídeo da barra com o ponto escondido.
Nesses dias, eu fiquei pensando em como eu iria fazer esse vídeo, e até se fazia ou não... e o por que, é que eu estava tendo muita dificuldade, mesmo tendo ajuda, não estava gostando do resultado do vídeo... 
Eis aí um vamos dizer assim, ''obstáculo'' para mim... Mas, como tenho vocês, vocês é que me dirão se a explicação ficará melhor com vídeo ou não.

Não reparem nos erros, no meu jeito, e tudo mais... meu foco é passar para vocês a minha caminhada pela costura!
Então aí está a explicação de como fazer o ponto escondido, bem simples e rapidinho!!!


Bom, amigos é isso... e peço que aguardem o próximo vídeo que será de como pregar botão, também a mão!

Desejo uma ótima noite de quarta-feira a todos!!!

Beijos, Patria.


domingo, 9 de junho de 2013

Conhecendo a reta industrial

Olá querido leitor!
Nesse post, eu vou falar um pouquinho sobre essa máquina querida e muito desejada por ai <3
A reta industrial é a máquina industrial mais conhecida e que cada vez mais está ganhando espaço nas nossas casas.

Função
A reta industrial é uma máquina forte, rápida e feita de puro ferro. Por conta disso, faz ela ser ideal para grandes produções durante todo o dia. Com ela, se faz as principais costuras de fixação, sendo somente de ponto reto.

Classe e ponto
Essa máquina é da classe 300, sendo de ponto fixo 301.

Agulha
Sua agulha é de referência DP5/DB1

Curiosidades 
*A reta industrial possui dois suportes para linha sendo um exclusivo para o enchimento da bobina.
*Possui um reservatório de óleo em sua base, que ao levantar a máquina é possível identificar como está o nível, podendo completar manualmente se necessário.
*Em grandes confecções como a de colchão, a reta industrial possui uma velocidade extremamente rápida para atender a demanda, e por isso, leva-se um tempo para o ''novo costureiro'' se adequar.
*As máquinas convencionais ainda são feitas de motor externo (aquele bem barulhento), e no uso continuo da máquina, deve-se usar protetores de ouvido.

Ter uma reta industrial para usar de vez em quando não compensa, ela foi feita pra costurar sem parar e olha só o tamaínho dela:

 

Abaixo é possível ver em um desenho gráfico a nomenclatura das partes e peças da máquina, olha só:




Eu tenho uma aqui em casa que é o meu xodó rs <3
Algumas pessoas não se adequam a essas máquinas, e preferem as domésticas, pois o uso de uma para outra é totalmente diferente. No meu caso, me dei muito bem com ela, mas não desfaço da minha caseirinha que muita gente já sabe que faz coisas que nenhuma outra faz rsrs


Espero que tenham gostado e espero que tenham aprendido mais sobre essa máquina :)

Se você ainda tem dúvidas de qual máquina comprar, vou deixar um link de um outro post para ajudar você na escolha da sua máquina: QUAL MÁQUINA DE COSTURA COMPRAR?

Com carinho,
Patria.


sexta-feira, 7 de junho de 2013

Minha primeira modelagem (incompleta)

Oi queridos amigos, tudo certo aí com vocês? o que irão fazer no fim de semana em? rs
Eu estou muito feliz, amanhã, sabadão, começa meu outro curso, o de Costureira em máquina reta e overloque, a duração será até o final do ano, seis horas de curso na parte da tarde do sábado, e estou muitíssimo animada, e passarei todas as dicas, e todo o aprendizado passado a mim, diretamente para vocês!!!

E estou pensando em fazer os próximos passo-a-passo e explicações por meio de vídeos, pois, fica melhor para vocês entenderem, e mais fácil para mim explicar também, porque dá uma dor danada no dedo ficar digitando muito a toda hora rsrs...

Gente, tem MUITA coisa para vocês fazerem junto comigo, mas preciso organizar isso certinho para ficar da melhor maneira para vocês entenderem, e cada dia eu organizo uma coisa... e esse final de semana, meu agora ''camera man''(meu namorado), não vai estar em casa, então, seja provável que eu não poste ensinando as próximas coisas (aaaaaaaaah ):), mas vou tentar fazer o possível para postar, ok?

Aqui está minha primeira modelagem, feita através de um gabarito (molde com medidas padronizadas), que por sinal, não foi difícil de fazer e que não é um bicho de sete cabeças, basta ter a... PACIÊNCIA!
Aqui é a parte da frente de uma regata, com as minhas medidas, e na próxima aula irei fazer as costas da regata... e aprender todos os segredos!!! E eu irei fazer um vídeo te ensinando a usar o gabarito, a modelar com suas medidas, tirar medidas e em fim, todos os procedimentos, conforme eu for aprendendo, ok? :)


A imagem está ruim mas é apenas uma ideia para vocês saberem como começar a modelar... ensinarei tudinho para vocês!!! Em quanto eu, já vou ir começar a praticar e praticar para não esquecer nenhum detalhe para poder passar tudo direitinho para vocês!!!

Hoje, uma pena, vai ser só isso meus amigos, mas fiquem acompanhando o blog que cada dia vai sempre ter alguma coisa bacana aí para vocês irem se preparando para muitas outras coisas legais!!!

Deixo um grande beijo a todos, e desejo um ótimo final de semana!!!

Até breve, Patria.



quinta-feira, 6 de junho de 2013

Barra à mão: ponto ''pé de galinha''

Olá queridos leitores, tudo certo com vocês? Hoje, vim aqui postar o passo-a-passo de uma barra feita a mão com o ponto ''pé de galinha'', e quando fazemos algo a mão envolvendo a costura, isso acaba se chamando na verdade, de Alta costura, olha que chique em? heheh

Esse tipo de barra e ponto, é sempre encontrado e feito em tecidos mais delicados, como por exemplo a de uma calça social... o que claro, não te impede de fazer em outro tipo de calça e tecido. Agora isso te responde a pergunta: Como que eles conseguem fazer uma barra sem ponto? tem que ver muito bem mesmo para poder encontrar o ponto... (e você assim como eu ficava imaginando) e então vocês irão entender mais para frente... rs 

HEY VOCÊ AI! esse post também está em vídeo! uhuuu



Materiais necessários:




Aqui estão: Agulha, um retalho, lápis, régua e linha.

AGULHA: dependendo do tecido, você vai precisar de uma mais fina ou uma mais grossa, isso, para ficar melhor na hora que você for pegar um pouquinho de tecido (no caso do tecido leve), ou a própria linha que forma o tecido, assim, como você verá no passo-a-passo ( no caso em tecidos mais pesados e grossos).

Régua: uma régua normal, de preferência transparente para você poder ver as medidas.
Linha: uma linha boa que você goste de manusear.
Lápis: um lápis qualquer de escrever (por em quanto usaremos lápis)
TECIDO: quando formos fazer uma barra em uma calça, a cor da linha NUNCA pode ser diferente da cor do tecido, nunca esqueça disso! E em quanto estamos treinando, temos que fazer em retalhos, com cores diferentes de linhas para enxergarmos o nosso treinamento! Certo?
ESQUECI DA TESOURA! a tesoura também iremos precisar!

1º PASSO:

Na parte da baixo do tecido faça uma reta de 4cm de altura (essa medida também depende do tecido e modelo da peça).



2º PASSO:

ATENÇÃO, ESTE PASSO FOI ATUALIZADO. Gente, o jeito que aprendi, diz que devemos dobrar só uma vez em cima da marcação que fizemos. MAS, vi, que o melhor para a gente fazer, e dar uma segurança a mais para este tipo de barra que é tão delicada, é dobrar uma vez e em seguida dobrar 1 cm para dentro. Pois assim, não corre o risco de desfiar, ok?

Então, primeiramente, você irá dobrar 1 cm. ( passe o ferro )



Depois de dobrar 1 cm, dobre novamente em cima da marcação que você fez, veja:



Estão vendo? aquele 1 cm que dobramos, não deixará que o teu tecido desfie. Passe o ferro para ele assentar! veja:



AMIGOS, agora assim, depois de ter feito estas dobras, podem dar continuidade na barra de vocês como está nos passos a baixo, ok? E agora, sua barra está mais segura =)

3º PASSO
Depois de dobrar uma vez e depois 1 cm para dentro , alfinete a sua barra!



4º PASSO:
Com a sua barra alfinetada, comece a alinhavar... (não esqueça de dar um nó para a costura não escapar, e dê mais um em cima do outro se caso o tecido for grosso)



5º PASSO:
Dê um ou dois nós leves para finalizar seu alinhavo, pois, depois iremos remove-lo!




6º PASSO:
Retire os alfinetes e passe levemente o ferro algumas vezes para sua barra ganhar forma...




7º PASSO:
Agora iremos começar a fazer o ''ponto pé de galinha'', LEMBRE-SE esse ponto só é possível fazer começando da esquerda para a direita, e nunca ao contrário por que se não ele não saíra um ziguezague. Comece bem do cantinho do tecido, com um nó igual do alinhavo.




8º PASSO:
Um pouco abaixo do nó, e acima bem pouco da dobra da barra, pegue com a agulha um fio e puxe.



e vai ficar assim!!!



e vai fazendo o mesmo procedimento até o final e arremate com três nós... e ele ficará assim parecendo ponto de máquina, não é mesmo? ... hehehe




Para fazer o nózinho... aqui está o exemplo do alinhavo, mas é a mesma coisa!

Finque uma, duas, três vezes... cada uma passando a agulha dentro do laço que o próprio ponto faz antes de realmente virar o ponto... e tome cuidado para que a linha não ''engome'' e fique um tufo de linha ''solto''. Depois disso, corte a linha e pronto, está dado o seu nó!




9º PASSO:
Agora, sua barra está assim... e então retire o alinhavo com muito CUIDADO para não cortar e comprometer o nosso outro e principal ponto!!!




E sua barra ficará assim, note, que o ponto do lado da frente(seria a frente da calça) do nosso retalho, é muito difícil de ver. É esse o segredo, fica lindo, e é por isso que é necessário fazer tudo da mesma cor (tecido e linha). Isso se chama Alta Costura, olha que bacana! Dá um pouco de trabalho, mas vale a pena viu... e quando você for fazer essa barra para alguém, aí dá para você cobrar um pouquinho mais caro... rsrs



AGORA, PARA QUEM TEM UM CERTO CONHECIMENTO EM MÁQUINA RETA OU OVERLOQUE ), aqui nós iremos unir a nossa barra (existe também vários tipos de união de tecidos).

Então, você irá unir as duas pontas da barra viradas pelo avesso. Depois disso vá para a máquina e coloque o pano debaixo da sapatilha da máquina medindo pelo olho mesmo a largura da sapatilha, com a posição da agulha para o meio... e pronto costure até o final lembrando sempre de arrematar no começo e no fim do tecido!!! (TUDO isso eu irei ensinar cada detalhe em breve para você)



E SUA BARRA FICARA ASSIM HEEEEEE \o/ RSRS



Pronto gente, terminamos nossa barra!!! Espero que você me mande algo falando sobre a sua também, de como foi, se foi difícil, se deu certo e se não deu, mande pelo e-mail patriadacostura@gmail.com, ou comente aqui em baixo mesmo ta?

E gente do céu, como deu trabalho para postar tudo isso... vou ver se na próxima faço um vídeo para vocês!!! Eu irei planejar certinho, ta? MAS todo esforço é sempre recompensado, certo?
Queridos amigos da costura, muito obrigada por acompanhar cada pedacinho dessa postagem, e espero terem gostado!!!
Deixo aqui um grande beijo e desejo uma ótima noite! AMANHÃ TEM MAIS!!!
Até, Patria.